Siga o Jornal de Brasília

Sem categoria

Esse jogo aí é do que mesmo?

Avatar

Publicado

em

Jogo

Quem tem acompanhado o futebol brasileiro neste início de temporada, provavelmente, em algum dos jogos que assistiu, deve ter se perguntado: – de que torneio é esse jogo aí?

Isso, porque o calendários futebolístico do primeiro trimestre de 2017 trouxe muitos torneios para os clubes disputarem, torneios demais ao meu ver. Temos os Campeonatos Estaduais, a Primeira Liga, a Copa do Brasil e a Taça Libertadores da América.

Tantos campeonatos criaram uma situação, no mínimo, inusitada com um grande clube brasileiro, o Internacional, de Porto Alegre. Caiu ano passado, é verdade, mas segue sendo um dos gigantes do futebol nacional. Na semana que foi de 18 a 25 de fevereiro, o Colorado jogou quatro vezes. Isso mesmo, foram quatro partidas no intervalo de uma semana, chegando ao absurdo de ter que entrar em campo em um intervalo de menos de 24 horas entre duas partidas. O Inter jogou contra o Oeste no dia 22, pela Copa do Brasil, e enfrentou o Criciúma, no dia 23, pela Primeira Liga.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Tantos torneios em um curto período de tempo tem uma explicação. A Copa do Brasil teve uma mudança no regulamento este ano, ao invés de ser disputada apenas no segundo semestre do calendário, o torneio foi esticado, englobando mais clubes Brasil afora. E nessas primeiras fases, a vaga é disputada em uma única partida, nem mata-mata é mais, é apenas mata.

A Primeira Liga, que ninguém liga, nem torcedores, nem clubes, nem jogadores, é uma tentativa de alguns clubes enfrentarem o monopólio da CBF em relação aos torneios. Muitos defendem que a Confederação Brasileira de Futebol deveria cuidar apenas da Seleção Brasileira, deixando os campeonatos como responsabilidade dos clubes. Posição este que vôs escreve concorda, mas esse é assunto para um outro texto, qualquer dia a gente conversa sobre isso.

A Taça Libertadores de 2017 veio mais inchada, com um número maior de clubes. E assim, dois mata-matas foram necessários para que fossem definidos os times que estariam na fase de clubes. Os estaduais vivem aquele mesmo dilema de sempre, é visto como pré-temporada, mas derrotas costumam derrubar treinadores por todo país.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Um detalhe, a Primeira Liga e os Estaduais terminam nos meses de abril e maio, na grande maioria. Mas, a Copa do Brasil e a Libertadores deste ano vão até o fim da temporada, que ainda tem o Campeonato Brasileiro com 38 rodadas a serem disputadas.

Então, se você é daqueles que gosta de assistir futebol, programação não vai faltar, e é bom ir negociando a preferência pelo controle remoto, pois haverá futebol de segunda a segunda. Como diria o Galvão Bueno: “haja coração, amigo!”

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *