Siga o Jornal de Brasília

Saúde e Bem Estar

Procura por tratamentos estéticos faciais aumentam durante pandemia

Trabalho home office e exposição a selfies favorecerem os tratamentos

Redação BDF

Publicado

em

Com o isolamento social, muitas pessoas passaram a trabalhar em formato de home office, realizando mais tarefas em casa e mais reuniões online, por videoconferência. Por isso os selfies também são inevitáveis. Dessa forma, homens e mulheres passaram a ficar mais vaidosos, buscando melhorar a harmonia facial. Neste contexto, a busca por tratamentos estéticos torna-se cada vez mais uma necessidade para os pacientes, que buscam realizar desde os procedimentos menos invasivos aos cirúrgicos.

O médico Dyego Barbosa, especialista em otorrinolaringologia, estética facial e rinoplastia (cirurgia dedicada a melhora do aspecto visual e funcional do nariz), avalia que as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a satisfação facial.  Segundo ele, a busca por consultas e procedimentos desse tipo aumentaram consideravelmente. “A rinoplastia promove harmonia para a face, melhorando também a respiração. Por conta disso, as avaliações para analisar e corrigir defeitos funcionais e estéticos do nariz aumentaram cerca de 30%”, conta.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Além da rinoplastia, houve aumento de consultas de pacientes que sofrem com deformidades nas orelhas como a famosa “orelha de abano”, buscando realizar a otoplastia: “É um procedimento considerado simples, e tem como objetivo corrigir deformidades da orelha como aumento de conchas e hipotrofia da anti-hélice, afim de deixar as orelhas mais próximas da mastóide (cabeça) e resgatando suas ondulações naturais”, detalha o médico.

Sendo assim, através da consulta médica o médico otorrinolaringologista vai avaliar a necessidade de procedimentos para o tipo de rosto do paciente e qual a expectativa dele. E diante disso, são apresentadas opções que sejam possíveis de acordo com o olhar cirúrgico para que o resultado ocorra sem excessos, harmonioso e satisfatório.

Continue lendo
Publicidade