Siga o Jornal de Brasília

Saúde e Bem Estar

Saúde alerta estados e municípios sobre importância do Plano Nacional de Vacinação

O país tem, neste momento, 6 milhões de doses do imunizante disponibilizado pelo Instituto Butantan e que foram distribuídas pelos estados

Avatar

Publicado

em

O Ministério da Saúde tem alertado estados e municípios sobre a necessidade de se seguir o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19. Embora os governos e as prefeituras locais tenham autonomia na distribuição das vacinas, a Pasta destaca para a necessidade de seguir as orientações estipuladas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), que prevê ciclos de vacinação de acordo com os grupos prioritários definidos em estudos populacionais.

Por meio de ofício, encaminhado nesta terça-feira (19), o Ministério alertou o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass) e Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasem) que é imprescindível que todas as unidades de saúde da Federação cumpram as diretrizes para que o país tenha doses suficientes para imunizar com as duas doses previstas este primeiro ciclo da campanha de vacinação e garanta uma imunização eficaz no país.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O Brasil conta, neste momento, com 6 milhões de doses do imunizante disponibilizado pelo Instituto Butantan e que foram distribuídas pelo Ministério da Saúde aos 26 estados e o Distrito Federal, de forma proporcional e igualitária. Esse quantitativo atenderá, em esquema vacinal de duas doses, aproximadamente 2,8 milhões de pessoas, com meta de vacinação de 90% para cada grupo prioritário em todo país.

Nesse primeiro ciclo de aplicação de doses, serão contemplados profissionais de saúde, idosos acima de 60 anos institucionalizados, portadores de deficiência com mais de 18 anos institucionalizados e indígenas aldeados. A campanha e os grupos contemplados serão escalonados de acordo com a disponibilidade de doses da vacina contra a Covid-19.

As informações são do Ministério da Saúde

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *