Siga o Jornal de Brasília

Política e Brasil

Vou passear com Bolsonaro em Haia, diz Queiroga a diretor da OMS em tom de deboche

A declaração do ministro foi feita logo após Bolsonaro afirmar ser o “único chefe de Estado no mundo investigado, acusado de genocida”

Publicado

em

Vou passear com Bolsonaro em Haia, diz Queiroga a diretor da OMS em tom de deboche

Durante a cúpula do G20 em Roma, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse em tom de deboche ao diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), o etíope Tedros Adhanom Ghebreyesus, que vai “passear em Haia” com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A declaração do ministro foi feita logo após Bolsonaro afirmar ser o “único chefe de Estado no mundo investigado, acusado de genocida”. Em seguida, o presidente emendou: “É a política”.

Dando gargalhadas, Queiroga completou: “Eu também. Vou com ele para Haia. Passear lá em Haia”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A cidade holandesa citada pelo ministro é sede do Tribunal Penal Internacional, possível destino de denúncias formuladas pela CPI da Covid. O órgão do Senado recomendou na última terça-feira (26) que o presidente brasileiro seja indiciado por epidemia com resultado morte e crime contra a humanidade, dentre outros crimes, mas descartou uma acusação de genocídio contra indígenas.

As declarações integram um vídeo postado nas redes sociais, em que Bolsonaro e Queiroga aparecem sentados ao lado de Ghebreyesus e auxiliares. Segundo o Planalto informou no Twitter, a conversa informal ocorreu no domingo durante a cúpula do G20, em Roma.

Em outro vídeo da mesma conversa, Bolsonaro pergunta ao diretor da OMS, aos risos. “Qual é a origem do vírus?”. Ghebreyesus responde: “Ainda estamos estudando”.

A Covid foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na China, em dezembro de 2019. Quase dois anos após o início da pandemia de Covid, a comunidade científica ainda se debruça sobre a origem do coronavírus Sars-CoV-2, o causador da doença.

Nos últimos meses, o debate sobre como o vírus passou a infectar humanos voltou à tona com a possibilidade, não comprovada até agora e sem novas evidências, de um escape laboratorial. A versão é refutada pelas autoridades chinesas. Relatório publicado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) após investigação em Wuhan não foi conclusivo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Em maio, Bolsonaro sugeriu, sem apresentar provas, que a China faz guerra biológica com a Covid. “É um vírus novo, ninguém sabe se nasceu em laboratório ou por algum ser humano [que] ingeriu um animal inadequado. Mas está aí. Os militares sabem que é guerra química, bacteriológica e radiológica. Será que não estamos enfrentando uma nova guerra?”, afirmou na ocasião.

No vídeo gravado no G20, os participantes da conversa aparecem sem máscara de proteção contra o coronavírus, com exceção de alguns auxiliares que não se pronunciam.

Após o encontro, Ghebreyesus disse no Twitter que, no encontro com Bolsonaro, foi discutido “o potencial do Brasil para produção local de vacinas e tratamentos, que poderiam também dar suporte às necessidades da América Latina”. ​

Em março deste ano, Bolsonaro tirou de contexto declarações de Ghebreyesus para sugerir que diretor-geral da OMS havia mudado de opinião sobre o isolamento físico como medida para previnir o contágio da Covid, e que ele teria dito que as pessoas “têm que trabalhar”. No discurso em questão, Ghebreyesus havia defendido a prática e argumentado que os países deveriam oferecer suporte para que pessoas de baixa renda possam praticar o isolamento.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Isolado na cúpula dos líderes das maiores economias do mundo em Roma, Bolsonaro encerrou sua participação no evento sem nenhuma reunião bilateral com líderes globais em sua agenda nem integração social com eles. Ele preferiu usar o tempo para caminhar pelas ruas da capital italiana acompanhado de apoiadores.

Neste domingo (31), jornalistas foram agredidos por seguranças durante uma caminhada de Bolsonaro e apoiadores pelas ruas de Roma. Em meio ao empurra-empurra, ao menos uma manifestante ficou ferida ao ser derrubada.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade