Siga o Jornal de Brasília

Política e Brasil

Bate-boca, esquiva e sabatina: acompanhe a CPI da Covid

Redação BDF

Publicado

em

A CPI da Covid ouve, nesta quinta-feira (6), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O atual chefe da Saúde do governo Bolsonaro fala sobre negociação de compras de vacinas contra a covid-19, cloroquina, entre outros temas.

Logo no início da sessão, quando o relator Renan Calheiros (MDB-AL) perguntava ao ministro Queiroga, os senadores Fernando Bezerra (MDB-PE) e Ciro Nogueira (PP-PI) tumultuaram a reunião e causaram um pequeno bate-boca na Casa.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Após o desentendimento, Queiroga voltou a falar. Antes de receber perguntas dos senadores, o ministro citou alguns feitos à frente do Ministério e se colocou à disposição da Casa.

Em seguida, quem fala é o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres. Acompanhe:

Ontem, falou o ex-ministro Nelson Teich. A sabatina girou em torno da cloroquina, uma vez que Teich disse que o medicamento foi o principal motivo para a saída dele do Ministério. Na terça (4), Mandetta falou à CPI.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O ex-ministro Eduardo Pazuello era esperado ontem, mas disse que esteve em contato com pessoas que tiveram covid e pediu adiamento.

Continue lendo
Publicidade