Siga o Jornal de Brasília

Política e Brasil

Médicos e cientistas protocolam pedido de impeachment contra Bolsonaro

Avatar

Publicado

em

Um grupo de médicos e cientistas protocolou, nesta segunda-feira (8), um pedido de impeachment na Câmara dos Deputados contra o presidente Jair Bolsonaro. Quem analisa o pedido é o novo presidente da Casa, Arthur Lira, apoiado pelo próprio Bolsonaro nas eleições.

No pedido, os profissionais afirmam que Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade na condução da pandemia de covid-19, usando os “seus poderes legais e sua força política para desacreditar medidas sanitárias de eficácia comprovada e desorientar a população cuja saúde deveria proteger”.

Uma das infrações relatadas, na visão do grupo, foi quando o presidente disse que não era coveiro, ao ser perguntado sobre as mortes em decorrência da doença no Brasil. Para os médicos e cientistas, a postura negacionista tem resultado em mais e mais mortes.

“o Sr. Jair Messias Bolsonaro insistiu em arrastar a credibilidade da Presidência da República (e, consequentemente, do Brasil) a um precipício negacionista que implicou (e vem implicando) perda de vidas e prejuízos incomensuráveis, da saúde à economia.”

Esse é mais um dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro protocolados por políticos, associações e outras figuras públicas. Já são mais de 60 protocolos relacionados ao impedimento do presidente. O antigo mandatário da Câmara, Rodrigo Maia, não aceitou nenhum deles.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *