Siga o Jornal de Brasília

Política e Brasil

Aécio x Doria: ex-senador rompe silêncio e se manifesta sobre intriga com governador de SP

O ex-deputado Aécio Neves se pronunciou por meio do grupo de WhatsApp da bancada do PSDB na Câmara dos Deputados

Avatar

Publicado

em

O ex-Senador Aécio Neves, nesta terça-feira (9), rompeu o silêncio sobre as notícias de que João Doria teria voltado a defender sua expulsão do partido.

Neves se pronunciou por meio do grupo de WhatsApp da bancada do PSDB na Câmara dos deputados e o jornal O Antagonista teve acesso às mensagens.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Veja:

“Se o senhor João Dória, por estratégia eleitoral, quer vestir um novo figurino oposicionista para tentar apagar a lembrança de que se apropriou do nome de Bolsonaro para vencer as eleições em São Paulo, através do inesquecível ‘Bolsodoria’, que o faça, sem utilizar indevidamente e de forma oportunista outros membros do partido.”

“Criar um conflito artificial dentro do PSDB para alimentar na imprensa projetos pessoais cada vez menos críveis, é desrespeitar a história de uma legenda construída há décadas por muitos brasileiros e que, mesmo nos momentos dos mais duros embates, jamais viu desaparecer a boa educação e, principalmente, o respeito entre seus membros.”

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Aécio afirma, ainda, “lamentar profundamente que esteja faltando ao governador de São Paulo a temperança e a humildade para compreender aquilo que sabemos desde a fundação do partido: que o PSDB não tem dono e que a vontade de um jamais se sobreporá à vontade da maioria”.

“O destempero do governador se deve, na verdade, à sua fracassada tentativa de se apropriar do partido, como ficou explicitado no jantar promovido por ele ontem, que tinha como objetivo afastar o atual presidente Bruno Araújo, para que ele próprio assumisse a presidência do PSDB.”

“Política não se faz com arroubos pela imprensa e nem se resume a ações sucessivas de um marketing.”

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *