Siga o Jornal de Brasília

Política e Brasil

Presidente do TSE acena com adiamento de eleições deste ano

De acordo com Roberto Barroso, uma reunião nesta segunda, com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), serviu para debater o tema

Publicado

em

As eleições deste ano estão próximas a serem adiadas. Quem informou foi o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Roberto Barroso, nesta segunda-feira (8), no programa “Live JR“, da TV Record.

De acordo com o Barroso, uma reunião nesta segunda, com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), serviu para debater o tema. Para que a mudança na data seja feita, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) precisa tramitar no Congresso.

“Há um certo consenso médico de que o adiamento das eleições por algumas semanas é bom, mas todos concordam que é possível fazer neste ano, porque nos primeiros meses de 2021 o quadro epidemiológico vai estar muito semelhante”, disse o presidente do TSE.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Mesmo defendendo a proposta, Rodrigo Maia, garantiu que ela não deve envolver a prorrogação de mandatos, ou seja, que, mesmo que seja adiada, a eleição será ainda em 2020.

A data desejada ficará entre o final de novembro e as primeiras semanas de dezembro. Até lá, será preciso pensar, segundo ele, em um mecanismo de higienização para minimizar os riscos de infecção pelo coronavírus.

A previsão anterior a pandemia era de que a eleição fosse feita no dia 4 de outubro, com o segundo turno marcado para o dia 25 do mesmo mês.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta