Ex-diretor da PF depõe sobre acusação de Moro a Bolsonaro

Valeixo deverá revelar detalhes sobre sua exoneração do cargo e sobre o que Bolsonaro afirmou, após a saída de Moro, de que foi demitido a pedido

Depões, na manhã desta segunda-feira (11), o ex-diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo. Ele foi chamado, na sede da corporação em Curitiba na investigação sobre suposta interferência política do presidente Jair Bolsonaro, denunciada pelo ex-ministro Sergio Moro. 

Valeixo deverá revelar detalhes sobre sua exoneração do cargo e sobre o que Bolsonaro afirmou, após a saída de Moro, de que o ex-diretor foi demitido a pedido. Todas as testemunhas deverão ser ouvidas até sexta-feira (15). 

Vale lembrar que, na última sexta-feira (8) o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, recebeu o vídeo da reunião ministerial citada por Moro durante depoimento à PF. 

Send this to a friend