Coronel dos bombeiros alerta para risco de esquecer álcool em gel no carro; internauta relata caso

“No caso do álcool líquido, que evapora rapidamente, a combustão é mais rápida ainda se for exposto ao sol”, afirma o tenente-coronel

O Corpo de Bombeiros alertar os cidadãos sobre os risco de guardar álcool em gel 70% dentro de veículos. O risco do produto entrar em combustão é maior ainda caso ele seja armazenado em vasilhames não adequados.

“Houve um período da falta deste produto e as pessoas foram se adaptando, pegando um pouquinho aqui, emprestando um pouquinho dali e colocando em garrafas pet, por exemplo. O produto sai de uma embalagem para outra, na maioria das vezes a não adequada para ele. No caso do álcool líquido, que evapora rapidamente, a combustão é mais rápida ainda se for exposto ao sol”, afirmou ao Portal G1 o tenente-coronel Fernando Carminati, do Corpo de Bombeiros.

Fernando aconselha as pessoas a lavarem as mãos com água e sabão, caso não consigam ter acesso ao álcool em gel. Se for preciso realizar o transporte no carro, é preciso ter o cuidado de não deixar o produto no veículo,  em ocasiões em que o condutor precise sair.

Através das redes sociais, um internauta relatou a experiencia que teve após 30 minutos em que o produto ficou exposto ao sol. “Um aviso muito importante…Não deixem o álcool em gel dentro do carro no sol…Meu carro acabou de pegar fogo. Voltei do mercado e estacionei na rua. Não deu 30 minutos….E o carro estava pegando fogo. Por sorte o vizinho viu e conseguimos apagar com a mangueira…Graças a Deus ninguém se machucou…Acionei o seguro…..Avisem a todos. Muito cuidado com o álcool em gel”.

Send this to a friend