“Sem precedentes”, diz Bolsonaro sobre estado de calamidade no Brasil

A queda do PIB mundial é associada à desaceleração da China, que concentra “quase um quinto do PIB mundial

O presidente Jair Bolsonaro, em mensagem que enviará ao Congresso Nacional nesta quarta-feira (18) pedindo reconhecimento de estado de calamidade pública, justifica a medida com projeções de queda do PIB mundial em 2020 em até dois pontos percentuais em função da pandemia de coronavírus.

A queda do PIB mundial é associada à desaceleração da China, que concentra “quase um quinto do PIB mundial”. Em trecho da mensagem, divulgada pelo R7 Planalto antes de ser divulgada no Diário Oficial da União (DOU), o presidente afirma que a pandemia é um “evento sem precedentes”.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dezessete − quinze =

Send this to a friend