No twitter, Bolsonaro lamenta não ter prisão perpétua no Brasil

Referindo-se a Suzy, transexual condenado a mais de 30 anos de prisão por estuprar e matar um menino de nove anos

Mais uma vez o presidente Jair Bolsonaro foi ao twitter dar declarações polêmicas. Referindo-se a Suzy, transexual condenado a mais de 30 anos de prisão por estuprar e matar um menino de nove anos o presidente disse “infelizmente a Constituição não permite prisão perpétua para crimes tão cruéis”.

“Enquanto a Globo tratava um criminoso como vítima, omitia os crimes por ele praticados: estupro e assassinato de uma criança. Graças à internet livre, o povo não é mais refém de manipulações”, continua na publicação.

Na edição de semana passada do Fantástico, a Globo colocou no ar uma matéria em que aborda a solidão e realidade da vida de alguns trans nas prisões. Suzy, na matéria, é entrevistada pelo médico Drauzio Varella e sua história comoveu o Brasil e o médico, que dá um abraço nela durante a produção.

Send this to a friend