Governo está mais próximo do Parlamento, diz Maia

Rodrigo Maia é reeleito para presidir a Câmara. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
O presidente da Camara cancelou as reuniões de comissão desta quarta-feira (07/08) para que os deputados foquem na Previdência

Após a aprovação do texto-base da reforma da Previdência em segundo turno, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ter uma maior proximidade entre parlamento e governo.

“Estamos aí com problema na área de habitação no Minha Casa Minha Vida, com alguns atrasos. O ministro hoje (terça-feira, 06/08) atendeu os deputados explicando onde que estava o problema. O próprio presidente da Caixa (Pedro Guimarães) esteve com a gente também explicando essa questão. Essa proximidade para a gente dialogar, isso ajuda”, disse Maia.

Maia afirmou ainda que decidiu deixar a votação dos destaques para essa quarta-feira (07/08) para “não sobrecarregar o dia”, disse. Ele afirmou ainda que a votação deve começar por volta das 11h e terminar perto das 22h. O presidente cancelou as comissões que se reuniriam na quarta para que os deputados foquem na Previdência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O presidente Bolsonaro enviou um projeto de lei do Congresso Nacional (PLN) para abrir um crédito suplementar de R$ 3,041 bilhões no Orçamento em favor de diversos órgãos do Poder Executivo e bancar emendas parlamentares. Para Maia, a medida não afetou na votação.

“Acho que governo atender municípios na área de saúde, educação é fundamental na crise que vivemos”, afirmou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend