No Rio: delegado diz que ‘tudo indica’ que Exército fuzilou carro de família por engano

Segundo ele, ‘indícios apontam para uma prisão em flagrante’ dos militares, que atiraram ao menos 80 vezes. Músico de 51 anos foi morto na ação; sogro dele e outro homem foram feridos

O delegado Leonardo Salgado, da Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro, disse neste domingo (7) que “tudo indica” que os militares do Exército que mataram Evaldo dos Santos Rosa em uma ação em Guadalupe, Zona Oeste do Rio, atiraram ao confundirem o carro com o de assaltantes.

Foram diversos, diversos disparos de arma de fogo efetuados e tudo indica que os militares realmente confundiram o veículo com um veículo de bandidos. Mas neste veículo estava uma família. Não foi encontrada nenhuma arma (no carro). Tudo que foi apurado era que realmente era uma família normal, de bem, que acabou sendo vítima dos militares“, afirmou o delegado em entrevista à TV Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A Polícia Civil, no entanto, vê indícios para prisão em flagrante.

Fica muito difícil tomar uma decisão diferente desta [prender], não vejo uma legítima defesa pela quantidade de tiros que foi. Os indícios apontam para uma prisão em flagrante“, afirmou o Salgado.

Em nota o Comando Militar do Leste afirma que:

A fim de realizar uma apuração preliminar da dinâmica dos fatos ocorridos, foi determinado pelo Comandante Militar do Leste que sejam coletados os depoimentos de todos os militares envolvidos, bem como ouvidas todas as testemunhas civis, o que está em andamento, nesse momento, na Delegacia de Polícia Judiciária Militar ativada na Vila Militar. O Ministério Público Militar já foi informado e está supervisionando a condução dessas oitivas

Entenda o caso

Militares do Exército mataram um homem e feriram outro na tarde deste domingo (7) depois de atirar em um carro nas imediações do Piscinão de Deodoro, em Guadalupe, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. Segundo o Exército, os militares depararam com um assalto, por volta das 14h40, e foram atacados pelos criminosos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

De acordo com o Exército, os militares responderam à agressão e atiraram contra o carro. O homem que morreu e o outro, que ficou ferido, segundo o Comando Militar do Leste, eram assaltantes.

No entanto, um morador da região divulgou um vídeo nas redes sociais em que afirma que as vítimas não eram assaltantes, mas integrantes de uma família que estava dentro do carro.

Um pedestre que passava pelo local também ficou ferido no tiroteio. O Exército não informou, porém, se o tiro que atingiu o pedestre partiu dos militares ou dos assaltantes.

O Comando Militar do Leste informou que o tiroteio em Guadalupe não tem relação com o confronto ocorrido na manhã deste domingo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend