Tragédia de Suzano: Atiradores usaram revólver 38, besta, arco e flecha e explosivos

A polícia ainda mantem a área isolada

Além da pistola calibre 38 utilizada para abrir fogo contra os alunos da Escola Estadual Raul Brasil nesta quarta-feira em Suzano, na Grande São Paulo, os dois atiradores que invadiram o colégio também portavam um conjunto de arco e flechas e explosivos, encontrados pela Polícia Militar após o ocorrido. Havia também um recarregador automático para a arma.

Os dois homens se suicidaram após o ataque e deixaram ao menos oito vítimas fatais. O número total de baleados ainda não foi confirmado pelas equipes de resgate.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Imagens divulgadas pelas redes sociais mostram que um dos atiradores usava um capuz com o desenho de uma caveira, vestia camiseta e calça pretas e luvas na mão direita. Ainda não se sabe a motivação do crime nem a identidade dos criminosos.

Em uma transmissão ao vivo em uma rede social, uma estudante disse que muitos deles acreditaram que os tiros se tratavam de “bombinhas”.

A PM foi chamada por volta das 9h30 para atender a ocorrência. Segundo a PM, minutos antes do tiroteio, uma pessoa foi baleada em uma agência localizada a 500 metros da escola. Os policiais tentam descobrir se os dois chamados têm relação.

Após o crime, uma aglomeração de pais e parentes de alunos se formou no entorno do colégio. A PM montou um cordão de isolamento, e a Defesa Civil tenta organizar o encontro entre eles e os alunos.

A Prefeitura de Suzano recomenda que familiares das vítimas se reúnam em um centro de atendimento localizado perto do colégio, onde serão prestadas informações sobre as vítimas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

A escola tem cerca de 1 mil alunos matriculados e 105 funcionários, segundo dados do Censo Escolar de 2017. A escola oferece turmas do 6º ano do ensino fundamental à 3ª série do Ensino Médio

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

12 + sete =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend