Oito funcionários da Vale são presos após tragédia em Brumadinho

O Ministério Público de Minas Gerais faz  nesta manhã de sexta-feira (15), uma operação em três estados: Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro

Alvo: rompimento da barragem de Brumadinho

Segundo as primeiras informações estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensões e oito de prisão.

Entre os funcionários, Alexandre de Paula Campanha, que foi preso em casa na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Campanha foi citado em um dos depoimentos dos engenheiros da empresa alemã TÜV SÜD contratados pela Vale. Segundo as investigações, ele teria pressionado os engenheiros para assinar o laudo que atestava estabilidade da barragem, que se rompeu em Brumadinho, sob o risco de perder o contrato.

Aguarde maiores informações 

 

Send this to a friend