Paisagista espancada em casa deve deixar UTI ainda hoje

Elaine foi brutalmente espancada em seu próprio apartamento, na Barra da Tijuca, por Vinicius Batista Serra, que foi preso em flagrante

A paisagista Elaine Perez Caparroz, de 55 anos, deve deixar hoje (18) a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Casa de Portugal, no Rio de Janeiro.

Segundo boletim médico divulgado pelo hospital, Elaine apresenta parâmetros clínicos laboratoriais com boa evolução. A paisagista encontra-se estável e permanece em observação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O crime foi registrado na 16ª Delegacia de Polícia (Barra da Tijuca), onde o caso está sendo tratado como tentativa de feminicídio.

Já no hospital, a vítima gravou vídeos em que narra como os fatos ocorreram. Elaine contou que Vinicius pediu que ela deitasse em seu ombro, para que eles dormissem abraçados. Depois, a paisagista conta que acordou com os golpes do agressor, que desferiu inúmeros socos contra o seu rosto e gritou xingamentos. Vinicius ainda atirou Elaine no chão e a atacou com mordidas. Elaine conseguiu gritar por socorro e e foi ouvida por vizinhos e funcionários do condomínio em que mora.

A agressão deixou o rosto de Elaine desfigurado, além de hematomas e ferimentos pelo corpo. Fotos publicadas pela lutadora Kyra Gracie, que é parente de Elaine, mostram a gravidade dos golpes desferidos contra a vítima. “A gente nunca acha que pode chegar tão perto de nós. É uma sensação horrível, de aperto no peito, mãos atadas…”, desabafou a lutadora, que também postou fotos do agressor.

Rayron Gracie, filho da vítima, postou uma foto com a mãe nas redes sociais e fez uma declaração de amor, na qual recebeu apoio de centenas de internautas.

Send this to a friend