Chefe do PSL recebeu R$ 30 mil para campanha em esquema de empresário, diz jornal

Sem saber que estava sendo gravado, o dono da Collossu’s Empreendimentos, da cidade de Abreu e Lima (PE), disse ter devolvido ao presidente do PSL, Lucino Bivar, R$ 30 mil declarados como gastos de campanha

Uma reportagem do jornal Folha de São Paulo divulgou informações de uma gravação entre um político do estado de Pernambuco e o empresário Luiz Claudio Palhares Junior em que o empreendedor admitiu ter desviado verba pública das eleições de 2018. 

De acordo com a publicação, Palhares explicou nas gravações que rodou e imprimiu cerca de R$ 8 mil em materiais gráficos para Bivar, mas emitiu uma nota no valor de R$ 38 mil. Porém na prestação de contas do líder do PSL em Pernambuco no TSE consta que o candidato gastou R$ 41.602,68 no estabelecimento para a confecção de “publicidade por materiais impressos”.

A reportagem visitou também a sede do estabelecimento segundo o CNPJ da empresa, mas não encontrou ninguém. Segundo Palhares, aquele endereço é de sua casa, usado para receber correspondências. Afirmou também que terceiriza os serviços de gráfica pela empresa Graff Center, também de Abreu e Lima, mas que não pediu nota pelo serviço.

Send this to a friend