PT deve anunciar Haddad como candidato no dia 11

O PT deve formalizar Fernando Haddad como seu candidato à Presidência da República no próximo dia 11, informa a coluna Painel, da Folha de S. Paulo. Segundo a coluna, a decisão teria sido tomada após uma visita de Haddad ao ex-presidente Lula, preso em Curitiba, no último domingo (3).

Ainda segundo a coluna, o PT prepara um ato na capital paranaense para oficializar a candidatura de Haddad, que deve ter Manuela D´Ávila como vice. O ex-presidente Lula está preso desde abril, após ter sido condenado em segunda instância, pelo TRF-4, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato, no caso do triplex do Guarujá.

Recursos

De forma paralela à decisão sobre Haddad, o PT tem tomado algumas medidas para tentar manter Lula na campanha. Nesta terça-feira (4), o partido entrou com recursos no TSE e no STF para tentar reverter a decisão tomada semana passada no TSE, que tirou o ex-presidente da corrida presidencial.

Pesquisas

Em discurso para metalúrgicos na portaria da Ford, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) afirmou que institutos de pesquisa suspenderam a divulgação de sondagens eleitorais por “vergonha” do processo que barrou a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Justiça Eleitoral. “Agora nem estão divulgando mais pesquisa de vergonha pelo que eles fizeram”, disse Haddad nesta quarta-feira, 5, em carro de som em frente à montadora. O ex-prefeito é candidato a vice e possível substituto de Lula na corrida à Presidência.

Nesta terça-feira, 4, o Ibope anunciou que não divulgaria pesquisa que foi a campo após registrar um questionário apresentando Lula como candidato em um cenário e Haddad em outro e indo a campo apenas com o cenário em que o ex-prefeito é o nome do PT na disputa. O Datafolha também anunciou que cancelou pesquisa que seria divulgada nesta semana.

Send this to a friend