Siga o Jornal de Brasília

Política e Brasil

PF faz busca no Ministério do Turismo durante operação Lavat

Avatar

Publicado

em

PF diz ter provas de crimes cometidos por Temer e cúpula do PMDB

Polícia Federal faz buscas no Ministério do Turismo em Brasília nesta quinta-feira (26).

Os mandados no ministério fazem parte da Operação Lavat, destinada a desarticular uma organização criminosa investigada em outra operação, a Manus. Ela prendeu em junho deste ano o ex-ministro do Turismo e ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Segundo a PF, a organização criminosa continuou praticando crimes de lavagem de dinheiro. Ao todo, são cumpridos 27 mandados: 22 de busca e apreensão, 3 de prisão temporária e 2 de condução coercitiva. A maior parte ocorre no Rio Grande do Norte.

De acordo com a corporação, durante a análise do material apreendido da Operação Manus foram identificadas “fortes evidências quanto à atuação de outras pessoas pertencentes a organização criminosa”, que continuou lavando dinheiro e ocultando valores para o chefe do grupo.

Foi identificado também esquema criminoso que fraudava licitações em diversos municípios do RN visando a obter contratos públicos, que somados alcançam cerca de R$ 5,5 milhões, para alimentar a campanha ao governo estadual em 2014.

O nome da operação ainda é referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, cujo significado é: uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *