Operação em quatro morros do Rio resulta na prisão de 16 pessoas

A operação realizada pelas polícias do estado do Rio, com o apoio das Forças Armadas, da Força Nacional de Segurança e Polícia Federal com intuito de prender lideranças do tráfico de drogas resultou em 16 pessoas presas na manhã desta sexta-feira em morros da região central da cidade.

16 suspeitos foram presos em flagrante e quatro tinham mandado de prisão expedidos pela justiça. Além desses, outros quatro que também eram alvo de mandados de prisão já estavam cumprindo outras penas em presídios do Rio e vão receber mais uma penalidade, totalizando 20 pessoas.

O sub-secretário de comando e controle, Rodrigo Alves, destacou que durante a operação realizada nos morros de São Carlos, Querosene, Zinco e Mineira, a polícia pode identificar formas de atuação do grupo, que tem ligação com as tentativas de invasão da Favela da Rocinha.

Entre os presos, está Gabriel Teixeira Mendes, segurança do traficante Ramon Aleluia, conhecido como Manga. Segundo as investigações da polícia, Ramon seria o designado pelo traficante Nem da Rocinha para assumir o controle de drogas após a invasão da comunidade.

Ainda de acordo com os números apresentados na coletiva de imprensa foram apreendidas 111 munições, 4 pistolas, um revólver, uma granada e drogas. Seis veículos roubados também foram recuperados.

O almirante Roberto Rossatto também presente à coletiva, apresentou os gastos desde o início das operações conjuntas entre as forças do Rio e as forças nacionais, no mês de agosto. Segundo ele, já foram empregados cerca de R$ 25 milhões.

O valor corresponde à cerca de 50% do total previsto para seis meses de operação. Cerca de 4 mil alunos ficaram sem aulas nesta sexta-feira em decorrência dessa operação na região do centro do Rio.

Send this to a friend