Lula afirma que Dilma “traiu” os eleitores, em entrevista ao El Mundo

Por obstrução de Justiça, PGR apresenta nova denúncia contra Lula e Dilma

Com a polêmica, o ex-presidente afirmou nesta segunda-feira (23/10) que não usou essa expressão durante a entrevista

Em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a ex-presidente Dilma Rousseff  “traiu” seu eleitorado ao promover ajuste fiscal após vencer as eleições de 2014. Segundo Lula, esse foi um dos erros cometidos por ela.

“O segundo erro veio quando a presidente (Dilma) anunciou o ajuste fiscal e traiu o eleitorado que a havia eleito em 2014. E havíamos prometido que manteríamos os gastos. Assim começamos a perder credibilidade”, afirmou Lula na entrevista publicada neste domingo (22).

A palavra traição gerou polêmica. O ex-presidente afirmou nesta segunda-feira que não usou essa expressão durante a entrevista. Procurado pela reportagem sobre o teor da entrevista, a assessoria do Instituto Lula negou que o ex-presidente tenha usado a palavra “traiu”.

O outro erro de Dilma, o primeiro, segundo o próprio Lula, foi “exagerar” as políticas de exoneração fiscal para as grandes empresas. “Em 2014, saía mais dinheiro do que entrava”, afirmou o ex-presidente.

“O ano de 2015 foi muito semelhante ao de 1999, quando Fernando Henrique Cardoso teve uma popularidade de 8% e o Brasil quebrou três vezes. Mas o presidente da Câmara era Michel Temer e ele o ajudou. Nós tivemos o Eduardo Cunha.”

Lula disse ainda que não se arrependeu de não ter se candidatado à Presidência em 2014 e expressou o desejo de voltar à disputa ao Planalto em 2018 a despeito da condenação, em primeira instância, na Operação Lava Jato.

IstoÉ

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

cinco × 3 =

Mais lidas

Send this to a friend