Nova operação da PF investiga lavagem de dinheiro de US$ 100 milhões no exterior

A PF informou que investiga crimes de lavagem de dinheiro consistente na ocultação no exterior de aproximadamente US$ 100 milhões.

A Polícia Federal (PF) divulgou nota na manhã desta quinta-feira, 26, informando a deflagração da Operação Eficiência, desdobramento da Operação Calicute no âmbito da Lava Jato no Rio de Janeiro.

“Boa parte dos valores já foi repatriada. Também são investigados os crimes de corrupção ativa e corrupção passiva, além de organização criminosa”, informa a nota da Polícia Federal.

O Ministério Público Federal participa da operação e há apoio da Receita Federal. Cerca de 80 policiais federais cumprem nove mandados de prisão preventiva, quatro de condução coercitiva e 22 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, informou a Polícia.

Todas as diligências tiveram origem nos desdobramentos da investigação sob tutela do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro. Na fase desta quinta-feira, as informações foram coletadas em dois acordos de colaboração que abordaram os detalhes do esquema de lavagem de dinheiro por trás dos desvios praticados pelo grupo do ex-governador Sergio Cabral. A investigação mira pagamentos de propina envolvendo o ex-governador.

Entre os alvos da ação desta quinta-feira está o empresário Eike Batista, que teve mandado de prisão preventiva expedido contra ele. A defesa de Eike informou que ele está fora do Rio.

Outros grandes empresários estão entre os investigados que tiveram a prisão preventiva decretada, acrescentou a PF. Os policiais agendaram uma coletiva de imprensa às 10h30, na sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro, para detalhar a operação.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

3 × dois =

Mais lidas

Send this to a friend