Dilma vai subir em palanques no Rio, Porto Alegre e Salvador

Agora ex-presidente, Dilma Rousseff deve apoiar candidatos a prefeito de PT e PCdoB, além de reforçar o discurso de ‘golpe’ contra o impeachment

Embora tenha deixado o Palácio do Planalto com popularidade baixíssima (só 13% de aprovação no Datafolha), a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) vai participar das eleições municipais neste ano. Conforme assessores, Dilma já se dispôs a se engajar nas campanhas de apoiadores em ao menos três capitais: Rio de Janeiro, Porto Alegre e Salvador.

Não é por acaso. Por trás da estratégia petista está um teste de adesão para uma futura candidatura de Dilma a cargos parlamentares em 2018, tendo como base alguma dessas cidades. A brecha é fruto da decisão do Senado de não inabilitar a presidente para exercer seus direitos políticos e ocupar funções públicas. Parlamentares questionaram no Supremo o abrandamento da pena.

Dilma pretende dividir suas atividades fora da Presidência entre Rio e Porto Alegre. Atualmente ela vota em Porto Alegre, onde fez carreira política e para onde levou sua mudança. Na capital gaúcha, deve subir no palanque de Raul Pont, candidato do PT. Mas a ex-presidente decidiu fixar residência em Ipanema, no Rio, onde terá mais visibilidade. O Rio é a capital em que ela possui mais aceitação no Sudeste. Ela apoiará a deputada Jandira Feghali (PCdoB), cujo vice, Edson Santos, é do PT.

Em Salvador, a candidata do PCdoB, deputada Alice Portugal, é uma estridente defensora de Dilma e já chegou a anunciar um compromisso com a presidente nesta sexta-feira. A atividade, no entanto, foi adiada para a próxima semana, com dia ainda a definir. “A ideia é ela vir a Salvador para apoiar a nossa campanha, fazer um comício e uma caminhada tradicional dos progressistas e sindicalistas no Campo Grande, centro de Salvador. Além de ela emprestar o apoio a nossa campanha, faríamos um ato de solidariedade em relação ao ocorrido [impeachment]”, disse a VEJA Vicente Neto, um dos coordenadores da campanha do PCdoB. A vice na chapa de Alice é Maria del Carmen (PT).

Terceiro maior colégio eleitoral do país, a cidade hoje é administrada pelo prefeito ACM Neto, estrela no DEM, mas sempre votou majoritariamente em Dilma e no PT nas campanhas presidenciais – e o Estado é governado pelos petistas há dez anos. Na última pesquisa do Ibope sobre o governo Temer, Salvador foi a capital do país que pior avaliou o peemedebista: 53% consideram o governo Temer ruim ou péssimo.

Escudeiro de Dilma, o ex-ministro Miguel Rossetto (Trabalho e Previdência) afirmou nesta terça-feira que a petista também vai gravar participações em programas de TV para o horário eleitoral nos próximos dias.

A direção do PT em João Pessoa (PB) quer que Dilma inclua uma passagem na cidade para apoiar o candidato Professor Charliton, mas a viagem ainda não entrou no roteiro da ex-presidente.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

dezessete − 11 =

Send this to a friend