Siga o Jornal de Brasília

Política e Brasil

Declaração de Moraes sobre Lava Jato foi “força de expressão”

Avatar

Publicado

em

Segundo assessoria do ministro Alexandre de Moraes, a declaração de que essa semana “vai ter mais”, sobre a Lava Jato, foi “força de expressão”. A assessoria diz que a frase “não foi dita porque o ministro tem algum tipo de informação privilegiada ou saiba de alguma operação com antecedência, e sim no sentido de que todas as semanas estão ocorrendo operações”

A declaração do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, de que esta semana “vai ter mais” uma investida da Operação Lava Jato foi uma “força de expressão”, informou a assessoria de imprensa do Ministério, algum tempo depois da declaração, feita espontaneamente por Moraes, durante participação neste domingo (25/9) na campanha do candidato a prefeito de Ribeirão Preto Duarte Nogueira (PSDB).

Segundo o Ministério da Justiça e Cidadania, a frase “não foi dita porque o ministro tem algum tipo de informação privilegiada ou saiba de alguma operação com antecedência, e sim no sentido de que todas as semanas estão ocorrendo operações”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Em uma agenda de campanha de Nogueira, Moraes afirmou com muita certeza que esta semana haverá uma nova fase da Lava Jato. “Teve a semana passada e esta semana vai ter mais, podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim”, disse.

O ministro reiterou que o governo apoia as operações e afirmou que os fatos que estão ocorrendo mostram a independência da Polícia Federal.

Comunicação falha
O governo de Michel Temer tem sofrido a consequência de declarações de ministros consideradas “infelizes” e que acabam causando prejuízo de imagem. O Planalto tem tentado buscar novas estratégias de comunicação justamente para mitigar os danos causados por falas equivocadas.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Moraes, entretanto, é tido como um dos titulares mais difíceis. Foi um dos que recusaram a oferta de media training e disse a interlocutores do Planalto “que não precisava de treinamento” para falar com a mídia. Hoje, ele protagonizou mais um episódio de recuo em declarações polêmicas de representantes do governo.

Estadão Conteúdo

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *