Menino italiano percorre 1,5km para encontrar sinal de internet e poder estudar

O rapaz disse que preferiria assistir aulas pela internet em casa, como seus colegas estudantes têm que fazer por causa do isolamento do coronavírus

Quem não gostaria de estudar com uma vista ao campo imaculado de colinas ondulantes, vinhedos e olivais sob o sol da Toscana. O jovem Giulio Giovannini, de 12 anos, até gostaria, mas preciso correr 1,5 quilômetros deste cenário, onde conseguiu encontrar sinal de internet para concluir seus estudos. 

O rapaz disse que preferiria assistir aulas pela internet em casa, como seus colegas estudantes têm que fazer por causa do isolamento do coronavírus na Itália. “Nos dias em que tenho lição, trago de casa uma mesa, um banco e minha sacola com o tablet e todos os livros que preciso e minha mãe e eu vimos para cá de carro”, disse Giulio.

A mãe do menino leva ele até o local já que o sinal de celular da área e o telefone fixo já não funcional há meses. “Então, para participar das aulas, temos que vir aqui, onde podemos ao menos pegar internet”, disse ela, explicando que usa o celular como ponto de acesso móvel.

A mãe ainda explicou que está processando a empresa de telefonia por conta da questão. Enquanto o sinal não volta, a mãe de Giulio continuará levando o filho ao local. 

 

“Montamos tudo e estamos prontos para nossas lições” disse Giulio, e prosseguiu. “Prefiro estar na escola, porque ao menos lá estou entre amigos. Aqui só os vejo pela tela. Ao menos lá eu os veria em pessoa”, reclama.


Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

14 + 9 =

Send this to a friend