Chefe da OMS chama coronavírus de ‘inimigo da Humanidade’

MUNDOURGENTE: Chefe da OMS chama coronavírus de ‘inimigo da Humanidade’ “Este coronavírus representa uma ameaça sem precedentes. Mas também é uma oportunidade sem precedentes de se unir contra um inimigo comum, um inimigo da Humanidade”

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) chamou nesta quarta-feira o novo coronavírus de “inimigo da Humanidade”, enquanto mais de 8.000 pessoas morreram em todo o mundo desde seu aparecimento no final de dezembro na China.

“Este coronavírus representa uma ameaça sem precedentes. Mas também é uma oportunidade sem precedentes de se unir contra um inimigo comum, um inimigo da Humanidade”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, em uma coletiva de imprensa virtual.

Mercado de trabalho

A pandemia de coronavírus aumentará significativamente o desemprego global e poderá deixar sem trabalho 25 milhões de pessoas, afirmou nesta quarta-feira uma organização da ONU, prevendo que os trabalhadores poderão perder até US$ 3,4 trilhões em renda em 2020.

“A crise econômica e trabalhista criada pela pandemia de Covid-19 poderia aumentar o desemprego global em quase 25 milhões”, disse a Organização Internacional do Trabalho (OIT) em um estudo, considerando, porém, que ações internacionais coordenadas podem “reduzir significativamente” esse número.

“Isso não é mais apenas uma crise global de saúde, é também uma grande crise econômica e trabalhista que está causando um enorme impacto nas pessoas”, afirmou o diretor-geral da OIT, Guy Ryder, em comunicado.

O relatório da agência da ONU sugere que o mundo deve se preparar para um “aumento significativo no desemprego e subemprego” após o coronavírus.

Send this to a friend