Jovem que empurrou amiga de ponte de 18 metros é condenada a dois dias de prisão

Além do tempo na cadeia, Taylor foi multada em cerca de R$ 1.200 e proibida de entrar em contato com a vítima por dois anos

Taylor Smith, 18 anos, foi condenada a apenas dois dias de prisão por empurrar a amiga, Jordan Holgerson, 16, do alto de uma ponte de 18 metros (equivalente a um prédio de 6 andares), em Yacolt (Oregon, EUA).

O caso ocorreu em agosto do ano passado e viralizou nas redes sociais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Há uma semana, Taylor se declarou culpada no caso. A jovem americana evitou uma condenação severa ao assumir a culpa. De início, ela sustentava que Jordan tinha pedido ajuda para saltar.

Acho que você precisa de algum tempo na cadeia”, disse o juiz Darvin Zimmerman ao preterir a sentença, conforme noticiou a NBC News. Além dos dias na prisão, Taylor foi condenada a pagar US$ 300 (cerca de R$ 1.200) e proibida de entrar em contato com a vítima por dois anos.

Taylor se desculpou com Jordan e sua família e disse que está evoluindo como pessoa. Por fim, afirmou que Jordan está direto em seus pensamentos, desde o corrido.

Antes do pronunciamento, Jordan e familiares retrucaram os pedidos de desculpas dizendo que o comportamento de Taylor não era autêntico.

O que aconteceu

Em 7 de agosto do ano passado, Taylor visitava com as amigas um parque ambiental em Yacolt (Oregon, EUA). No alto da ponte, enquanto Jordan se mostrava vacilante para pular no rio, diante da altura, Taylor resolveu dar um “empurrãozinho”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Jordan teve seis costelas quebradas, perfuração em um pulmão, escoriações sobre o esôfago e ferimentos na traqueia, além de pneumotórax. Segundo a vítima, “Ela (Taylor) estava fazendo contagem regressiva. Eu disse que não estava pronta e, de repente, ela me empurrou.” Ela ainda acrescentou que esperava ver a outra na cadeia.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

quatro × dois =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend