Tiroteio em boliche de Los Angeles deixa várias vítimas, diz polícia

Um tiroteio deixou três mortos e quatro feridos em Torrance , no condado de Los Angeles,  nos Estados Unidos, segundo informações da polícia local. O caso foi registrado dentro de um boliche chamado Gable House Bowl.

O Departamento de Polícia de Torrance disse que os policiais responderam às chamadas de “tiros disparados” no estabelecimento pouco antes da meia-noite, e várias vítimas foram encontradas com ferimentos causados por disparos dentro do local.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Três homens morreram no próprio estabelecimento e outros quatro ficaram feridos. Dois deles foram levados para um hospital local e os outros dois procuraram cuidados médicos por conta própria.

A primeira informação oficial sobre o caso foi divulgada pela polícia por meio do Twitter. “Relatos de tiros com várias vítimas. TPD está no local. A investigação está em andamento. Por favor, fique longe da área”, dizia a mensagem.

A polícia ainda está tentando identificar os autores dos disparos e não divulgou as motivações por trás do episódios. Entretanto, relatos de testemunha indicam que uma briga entre dois grandes grupos antecedeu os disparos. 

Wes Hamad, de 29 anos, contou à repórte da Associated Press que estava na pista de boliche com sua sobrinha de 13 anos e primo quando viu uma “grande briga” acontecer. Hamad disse que a briga, que durou cerca de cinco minutos, bloqueou a entrada do Gable House Bowl e se transformou num “completo caos”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

– Peguei minha sobrinha e comecei a correr na direção do final do boliche – disse ele. – Enquanto estávamos correndo, ouvimos 15 tiros.

Jesus Perez de San Pedro também estava dentro do boliche durante o tiroteio e contou ao jornal “Los Angeles Times” o que viu.

– Apenas corremos direto para o bar e nos protegemos. Tudo o que ouvimos foi como se duas pessoas tivessem sido baleadas – disse ele, acrescentando ter ouvido quatro disparos e que, antes disso, ouve uma briga no local.

Perez contou que se escondeu por cerca de 15 minutos, até que um segurança o acompanhasse pelos fundos.

O jornal também relatou que, do lado de fora do boliche, havia pessoas visivelmente abaladas. Algumas passavam mal, choravam e se abraçavam em grupo.

As autoridades americanas calculam que quase 40 mil pessoas morreram por armas de fogo em 2017 no país, incluindo casos de suicídios.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

15 − onze =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend