Siga o Jornal de Brasília

Internacional

Senado do Canadá aprova lei que legaliza maconha

Publicado

em

Os senadores canadenses aprovaram na noite desta quinta-feira o projeto de lei que legaliza o consumo da maconha em todo o país, por 52 votos contra 30 e uma abstenção.

O projeto, modificado pelos senadores, será analisado agora pela Câmara de Representantes, dominada pelos liberais do primeiro-ministro Justin Trudeau, que fez da legalização da maconha uma promessa de campanha.

Trudeau já admitiu ter fumado maconha com os amigos “cinco ou seis vezes”.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A venda da maconha para uso medicinal está liberada no Canadá desde 2001.

Logo após a votação, o ministro da Justiça, Jody Wilson-Raybould, celebrou a aprovação do projeto, que “criará um mercado estritamente regulado para a maconha, a manterá fora do alcance dos jovens e privará os delinquentes de lucrar” com ela.

Os deputados já aprovaram um primeiro projeto, mas devido às numerosas emendas no Senado, o texto voltará à Câmara.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Após ser harmonizado, o projeto receberá o selo real e entrará em vigor.

Esta nova etapa no Parlamento poderá exigir várias semanas, já que o recesso legislativo começará este mês e seguirá até meados de setembro.

Mas o consumo da maconha deverá estar liberado no Canadá antes do final do ano.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

epa03462089 (FILE) A file photo dated 31 August 2010 shows a worker tending to cannabis plants at a growing facility for the Tikun Olam company near the northern Israeli town of Safed, Israel. Reports on 07 November 2012 state that Colorado and Washington became the first US states to legalize cannabis for recreational use, while medical marijuana initiatives were on the ballot in Massachusetts, Montana and Arkansas. EPA/ABIR SULTAN ISRAEL OUT *** Local Caption *** 02310452

As províncias e territórios definirão como será a venda da maconha e deverão estabelecer redes de distribuição.

A nova lei permitirá que maiores de 18 anos carreguem até 30 gramas de maconha para uso pessoal.

Analistas avaliam que o mercado da maconha no Canadá movimentará cerca de 4,5 bilhões de dólares.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Em entrevista à AFP em maio passado, Trudeau disse que o mundo acompanha de perto os planos do Canadá para a descriminação da maconha e previu que vários países farão o mesmo. “Há muito interesse dos nossos aliados no que estamos fazendo. Reconhecem que o Canadá está sendo audaz (…) e reconhecem que o regime atual (de proibição) não funciona”.

“O crime organizado está fazendo grandes somas em dinheiro com a venda ilegal de maconha”, justificou Trudeau.v

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *