Siga o Jornal de Brasília

Internacional

No Planalto, Pence e Temer conversam sobre refugiados venezuelanos

Publicado

em

Em rápida conversa hoje (26), no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer e o vice-presidente norte-americano, Mike Pence, falaram sobre os laços entre Brasil e Estados Unidos. Ao se cumprimentarem, o americano demonstrou preocupação com a situação dos refugiados venezuelanos. Pence chegou ao Planalto no início da tarde.

O norte-americano disse a Temer que o Brasil tem feito esforços importantes no suporte à crise na Venezuela acolhendo os refugiados que sofrem com a crise no país. Pence mencionou ainda que Brasil e Estados Unidos têm relações econômicas importantes, de amizade e trabalham pela promoção da liberdade.

Temer citou a inspiração que a Constituição americana de 1787 teve na elaboração da Constituição brasileira de 1891, com os princípios de federação e democracia.

A Copa do Mundo de futebol foi citada por Michel Temer logo no início da conversa com Mike Pence. Após dizer que os brasileiros estão muito envolvidos com o mundial, ele pediu que os americanos torçam pelo Brasil caso a seleção chegue à final. “Sei que os Estados Unidos não estão participando [dos jogos da Copa], mas certa e seguramente há muitos apaixonados e fãs do futebol. Espero que, se o Brasil chegar na final, os senhores possam também torcer por nosso país”, disse arrancando risos de Pence.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Na reunião entre os dois, logo após os cumprimentos, além da crise humanitária na Venezuela, foram tratados temas como cooperação na área espacial e de segurança, além de questões comerciais.

Pence está no Brasil desde o início da manhã de hoje, na primeira visita de alto nível de um representante do governo Donald Trump ao Brasil. Ele chegou ao Planalto por volta das 12h e, após a reunião, ele e Temer seguiram para o Itamaraty, onde almoçam na presença de ministros.

Além de passar por Brasília, Mike Pence irá amanhã (27) para Manaus, visitar um abrigo de imigrantes venezuelanos. A prefeitura de Manaus administra dois abrigos onde vivem, atualmente, cerca de 200 venezuelanos.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta