Siga o Jornal de Brasília

Internacional

Guatemala decide se continua ou não busca por 200 desaparecidos

Publicado

em

A busca de quase 200 desparecidos na erupção de domingo do Vulcão de Fogo na Guatemala foi dificultada nesta sexta-feira (8) por novos deslizamentos que obrigaram a evacuar a área, onde pelo menos 109 pessoas morreram na tragédia ocorrida no domingo passado.

Uma potente erupção do vulcão sepultou sob toneladas de cinza e areia quente à comunidade San Miguel Los Lotes, no município de Escuintla (sul), mas as autoridades não descartaram a possibilidade de continuar buscando vítimas.

Entretanto, na prática as tarefas de resgate estão suspensas desde a tarde de quarta-feira pela instabilidade do terreno, devido às fortes chuvas e porque ainda existe material quente na área devastada.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Os protocolos internacionais estabelecem que depois de 72 horas de uma tragédia, as operações de busca devem ser suspensas por não haver mais possibilidades de encontrar sobreviventes.

Cinco dias se passaram desde a violenta erupção, que sepultou sob toneladas de cinza e lava quente, a comunidade de San Miguel Los Lotes, no município de Escuintla (sul), mas as autoridades não descartaram ainda a possibilidade de continuar buscando vítimas.

No entanto, na prática, as tarefas de resgate estão suspensas desde a tarde de quarta por causa do terreno instável em função das fortes chuvas e porque ainda existe muito material quente na área devastada.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *