Siga o Jornal de Brasília

Internacional

Supostas câmaras escondidas em tumba de Tutancâmon não existem, segundo Ministério

Publicado

em

As famosas supostas câmaras escondidas perto ou dentro do túmulo de Tutancâmon não existem, afirmou neste domingo (6) o Ministério das Antiguidades do Egito com base em uma “pesquisa geofísica de alto nível”.

Estudos e análises usando um radar de penetração no solo (RPS) e conduzidos pela equipe científica italiana liderada por Francesco Porcelli, da Universidade Politécnica de Turim, forneceram “evidências conclusivas sobre a inexistência” dessas câmaras, aponta o Ministério em um comunicado.

“Concluiu-se, com um grau muito alto de confiabilidade, que a hipótese da existência de câmaras ocultas ou corredores adjacentes à tumba de Tutancâmon não é apoiada pelos dados do RPS”, declarou Porcelli, citado no comunicado.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Os egiptólogo britânico Nicholas Reeves havia avançado a teoria de que a múmia de Nefertiti estaria escondida em uma câmara secreta na tumba de Tutancâmon, no Vale dos Reis, perto de Luxor (centro-leste).

A múmia de Nefertiti, a rainha do Egito de beleza lendária, esposa de Akhenaton, nascida há quase 3.400 anos, nunca foi encontrada, dando espaço a várias especulações e controvérsias.

No outono de 2015, as autoridades egípcias fizeram um exame de radar da tumba de Tutancâmon, sem nenhum resultado conclusivo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

De acordo com o Ministério, o relatório da equipe de Porcelli fornece várias descobertas importantes: nenhuma evidência de batente ou lintel de uma porta, ausência do que poderia ser interpretado como paredes da câmara ou áreas vazias atrás de pinturas da câmara funerária, etc.

O secretário-geral do Conselho Supremo das Antiguidades, Mostaf Waziri, anunciou que Porcelli forneceria todos os detalhes em um discurso neste domingo na quarta Conferência Internacional de Tutancâmon.

Esta é a terceira pesquisa de RPS após as conduzidas por equipes científicas japonesas e americanas para verificar a precisão da teoria de Reeves, segundo o Ministério do Egito.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *