Siga o Jornal de Brasília

Internacional

Maduro expulsa principal diplomata dos EUA na Venezuela

Publicado

em

Eleições na Venezuela serão 'lição' para Santos, Trump e Rajoy, diz Maduro

CARACAS– O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu nesta terça-feira (22) a expulsão do mais alto diplomata dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson, acusando-o de conspiração contra seu governo.

Com a decisão, Robinson, encarregado das Relações dos EUA, e seu vice, Brian Naranjo, terão 48 horas para deixar o país latino-americano. O episódio acontece dois dias após a contestada reeleição de Maduro na Venezuela – menos de 50% da população compareceu às urnas no último domingo (20) – e só aumenta a tensão entre o país norte-americano e o regime chavista.

Ontem (21), os Estados Unidos, que não reconheceram a votação, assinaram uma ordem que limita as possibilidades do governo venezuelano de vender ativos no mercado financeiro.

ANSA

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta