Siga o Jornal de Brasília

Internacional

Caçadores japoneses matam 120 baleias grávidas

Publicado

em

baleias

Mais de 120 baleias grávidas foram mortas durante a caçada anual do Japão no último verão, revelou um relatório divulgado pela CNN e que provocou indignação entre ativistas

Ainda segundo o relatório, preparado por representantes do Instituto de Pesquisa Cetáceo, uma agência ligada ao Ministério da Pesca do Japão, mais da metade das baleias-anãs capturadas durante expedição no Oceano Antártico eram do sexo feminino e 122 estavam grávidas.

O Japão justificou sua caça com base em uma isenção na lei internacional que permite que os animais sejam mortos para fins científicos. Mas a Austrália denunciou a medida na Corte Internacional de Justiça, que decidiu contra o programa japonês no Oceano Antártico.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Após a decisão, no entanto, o Japão anunciou um novo programa de pesquisa, no qual mataria até 333 baleias-anãs por ano. A alegação do Ministério da Pesca do país é que o programa é necessário para fornecer maiores informações sobre a idade da população da espécie e assim determinar o nível de caça que não ameace a sobrevivência das baleias.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *