Siga o Jornal de Brasília

Internacional

Volks se declara culpada em caso de fraude de teste de emissões nos EUA

Brasília de Fato

Publicado

em

Volks

Medida faz parte de acordo de US$ 4,3 bi com autoridades americanas

DETROIT E MICHIGAN – A Volkswagen se declarou culpada por enganar reguladores e consumidores americanos ao mascarar os níveis de emissões de poluentes de seus carros a diesel. Ela admitiu a culpa também por ter obstruído as investigações quando as autoridades passaram a suspeitar da empresa. A sentença do caso só será comunicada em 21 de abril.

A montadora alemã entrou com a declaração formal em uma Corte federal de Detroit nesta sexta-feira, conforme ficou determinado, há dois meses, em acordo de US$ 4,3 bilhões para resolver queixas sobre o escândalo. Os termos pactados com o governo americano preveem que a Volks pague uma multa de US$ 2,8 bilhões e mais US$ 1,5 bilhão em penalidades.

A empresa continua a enfrentar os desdobramentos da revelação do escândalo, em setembro de 2015, quando veio à público a instalação em 11 milhões de carros em todo o mundo, de um software capaz de reduzir as emissões de poluentes quando identifica que o automóvel está sendo testado.

A Volkswagen ainda enfrenta ações judiciais de investidores nos EUA e na Alemanha. Em seu país de origem, ela é alvo também de processos de consumidores e de um inquérito criminal.

O juiz americano Sean Cox que aceitou a declaração de culpa disse que, diante dos delitos “muito, muito sérios”, ele não se sentia confortável de aprovar a sentença do acordo imediatamente.

“Eu apenas quero mais tempo para refletir e estudar”, explicou o magistrado.

Agência O Globo

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *