Siga o Jornal de Brasília

Internacional

Com nova política comercial de Trump, EUA poderão ignorar decisões da OMC

Avatar

Publicado

em

A política comercial do governo Donald Trump vai ampliar o espaço para medidas unilaterais dos EUA contra outros países e abrirá caminho para Washington ignorar decisões da Organização Mundial do Comércio (OMC) contrárias a seus interesses, em um frontal desafio à arquitetura econômica multilateral construída ao longo das últimas seis décadas para evitar uma guerra comercial em escala global.

Os princípios são uma tradução do slogan “América em primeiro lugar”, que orientou a campanha vitoriosa de Trump, e foram apresentados nesta quarta-feira, 1, no relatório anual sobre a agenda comercial do governo enviada ao Congresso dos EUA. O documento dá preferência a arranjos bilaterais em detrimento dos multilaterais e afirma que as regras da OMC são ineficazes quando integrantes do sistema não atuam de acordo com as regras de mercado.

Apesar de a China não ser mencionada de maneira explícita no documento, ela é o alvo das críticas do governo Trump. “Grandes parcelas da economia global não refletem forças de mercado. Importantes setores da economia global e mercados significativos ao redor do mundo são distorcidos por subsídios governamentais, roubo de propriedade intelectual, manipulação da moeda, empresas estatais e inúmeras práticas desleais”, diz o texto. “A incapacidade do sistema de responsabilizar esses países leva a uma falta de confiança no sistema.”

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O documento também enfatiza a soberania americana: “Desde que os Estados Unidos ganharam sua independência, tem sido um claro princípio de nosso país de que cidadãos americanos estão sujeitos apenas a leis e regulações feitas pelo governo dos EUA – não a decisões adotadas por governos estrangeiros ou organizações internacionais”.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *