Morre presidente do Uzbequistão, aos 78 anos, diz premiê turco

Islam Karimov sofreu um derrame cerebral no último sábado. Sua morte ainda não foi confirmada pelo governo uzbeque

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, afirmou nesta sexta-feira em Ancara que o presidente do Uzbequistão, Islam Karimov, faleceu aos 78 anos. O anúncio oficial ainda não foi feito pelas autoridades uzbeques, que anunciaram na manhã de hoje que Karimov estava em “estado crítico”, após sofrer um derrame cerebral no último sábado.

“O presidente uzbeque, Islam Karimov, faleceu. Que a misericórdia de Deus esteja com ele. A República da Turquia compartilha a dor e a tristeza com o povo uzbeque”, disse Yildirim, em entrevista coletiva depois de uma reunião de seu gabinete, segundo o jornal turco Sabah. O último informe que o conselho ministerial do Uzbequistão dizia que Karimov havia sofrido uma “grave piora” em sua saúde. De acordo com a agência de notícias Reuters, três fontes diplomáticas anônimas do país confirmaram o falecimento.

Karimov esteve mais de 25 anos no poder no Uzbequistão, país comemorou ontem o Dia da Independência. Em março de 2015, ele ganhou pela quarta vez as eleições presidenciais com mais de 90% dos votos, em processo criticado pela Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE).

Em 1989, Karimov se tornou líder do país, à época uma das 15 repúblicas soviéticas, e seguiu no cargo após a independência, em 1991. Várias organizações acusam o presidente de fraude nas eleições em várias ocasiões, pela detenção arbitrária de centenas de opositores e por apoiar o uso da tortura nas prisões. Apesar dos boatos crescentes sobre a fragilidade de seu estado de saúde, Karimov não chegou a nomear um sucessor.

(Com EFE e AFP)

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

6 + 4 =

Send this to a friend