Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Reforço no policiamento chega ao Paranoá

Publicado

em

Começa hoje (10) o projeto Cidade da Segurança Pública no Paranoá. As ações do projeto permanecem no Paranoá até o próximo sábado (13). Com estrutura montada na Praça Central da região, próximo à Administração Regional, o evento contará com diversas atrações tais como cursos, palestras, exposição de viaturas e equipamentos e contará também com serviços como a emissão de RG.

O Paranoá é a quarta região administrativa do Distrito Federal a receber o projeto Cidade da Segurança Pública (CSP), que reúne diversas forças de Segurança Pública do DF no combate à redução dos índices de criminalidade. O projeto integra o programa DF mais seguro, uma iniciativa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) que pretende alcançar todas as regiões do Distrito Federal. “Esse formato itinerante e pontual nos permite realizar o projeto em um maior número de cidades, independentemente de outras ações de segurança pública” conta Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública do DF.

O projeto visa aumentar a sensação de segurança da população. Além dos eventos que promovem uma aproximação dos moradores da região com os órgãos de segurança, o projeto promove um reforço na segurança com a intensificação do policiamento e com ações de prevenção à criminalidade.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O secretário espera que esse ano de 2021 se encerre com a menor taxa de criminalidade dos últimos anos do Distrito Federal. “A cada edição, esperamos melhorar os indicadores criminais e, consequentemente, a qualidade de vida da população. Os resultados têm sido realmente efetivos, como ocorreu no Gama, última região a receber a ação. Nos quatro dias de CSP, não houve registro de crimes com resultado morte, como homicídio, feminicídio e latrocínio, ou mesmo tentativas. Registramos, ainda, redução de 51% na criminalidade geral no período”, afirma Júlio Danilo.

A cerimônia de abertura do projeto Cidade da Segurança realizada na Praça Central do Paranoá contou com vários representantes dos poderes Executivo e Legislativo local, gestores da SSP, lideranças comunitárias, além das forças de segurança pública do Distrito Federal, que atuarão no projeto de forma integrada durante esses próximos dias.

O deputado distrital João Hermeto (MDB), destacou a união das forças de segurança no combate ao crime. “Eu nunca vi a segurança pública tão integrada”, aponta o deputado. Roosevelt Vilela (PSB), deputado distrital, também se pronunciou durante a cerimônia, ele se comprometeu a trocar as lâmpadas dos postes de iluminação, por lâmpadas de led, para promover maior iluminação a fins de ampliar a segurança nas ruas. “O que adianta dentro do leque de políticas públicas não colocarmos segurança”, afirma o deputado que ressaltou a promessa de levar o projeto para todo o DF.

Participaram também da cerimônia a secretária da Mulher, Ericka Filippelli, o secretário de Governo Valmir Lemos, o comandante-geral da PMDF, Coronel Vasconcelos, e o vice-diretor do Detran-DF, Gustavo Amaral. Ao final da cerimônia todos os representantes presentes receberam das mãos do Secretário Júlio Danilo, um emblemático símbolo de identidade visual para marcar a participação no projeto.

Durante o período de 10 à 13 de novembro, de 9h às 14h, o CSP contará com a participação ativa e integrada não somente das forças de segurança (PMDF, PCDF, CBMDF e Detran-DF), como também dos demais órgãos e instituições parceiras, como a Secretaria de Administração Penitenciária, fazendo a fiscalização de apenados, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) por meio de ações de fiscalização.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A edição contará também ainda com a atuação das secretarias da Mulher, de Saúde, de Desenvolvimento Social, do Trabalho de Justiça e DF Legal, do banco de Brasília, Defesa Civil, Serviço de Limpeza Urbana, Caesb, Administração Regional do Paranoá e Neoenergia.

Operação Quinto Mandamento

O projeto trará mais uma edição da operação integrada Quinto Mandamento, um importante instrumento para a redução dos crimes contra a vida no DF. “A Quinto Mandamento é uma operação que evidencia a presença policial e, de fato, inibe a prática criminosa”, explica o secretário executivo de Segurança Pública, Milton Neves.

A escolha da Região

A escolha é feita através de relatório emitido pela Unidade de Políticas Públicas da SSP-DF, onde são identificados os índices de desordem da região. Os critérios para realização da CSP dependem da estrutura das forças de segurança locais, levantamentos e análises criminais feitas pelos setores de estatística e inteligência.

Segundo o Administrador Regional da cidade, Sérgio Damaceno, a edição do projeto Cidade da Segurança no Paranoá veio em boa hora. “Somos a segunda maior região rural do DF e a primeira em número de comunidades rurais. É natural que, com esse crescimento, os índices criminais também aumentem. Portanto, esse evento ocorre em momento oportuno, de forma integrada com vários órgãos, sob a coordenação da SSP-DF”, explica, Sérgio Damaceno.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade