Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Encontro distrital reúne propostas para a assistência social no DF

Publicado

em

Foto: Ascom/Sedes-DF

Foi realizada nesta quinta-feira (21) a 14° Conferência Distrital de Assistência Social. O encontro é um dos principais momentos democráticos da política de assistência social no Distrito Federal, reunindo as propostas de usuários, entidades e trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas) para aprimorar o atendimento ao cidadão e o ambiente de trabalho.

O encontro foi realizado de forma virtual para manter o distanciamento social como prevenção da covid-19. Cerca de 250 pessoas participaram do evento, que, neste ano, contou também com a presença da secretária nacional de Assistência Social, Maria Yvelônia Barbosa.

“Por que nós nos mobilizamos sempre nessas conferências? Por que tiramos parte do nosso tempo e das nossas equipes para organizar esses eventos? É porque temos, sim, resultado ao longo desses 16 anos. Temos do que nos orgulhar. Conseguimos avançar, criamos uma base de sustentação legal e normativa que fortalece essa política pública”, destacou a gestora, em discurso durante a abertura da conferência.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

As conferências ocorrem em todo o país com o objetivo de ouvir a sociedade civil e os trabalhadores para avaliar a atual política e reunir sugestões a serem debatidas na Conferência Nacional de Assistência Social, que neste ano está marcada para os dias 7 a 10 de dezembro.

“Quero convidar todos vocês a participarem da nossa conferência nacional, para que possamos pensar no futuro dessa assistência social que queremos, pensar a partir do que cada um de nós pode fazer”, destaca Yvelônia Barbosa, que participou no encontro realizado no DF em reconhecimento ao esforço adotado por trabalhadores, governo e entidades locais para ampliar e qualificar a política, em meio aos desafios com a pandemia da covid-19.

Encontro distrital

Todas as propostas avaliadas e discutidas durante a 14° Conferência Distrital de Assistência Social foram debatidas em sete conferências regionais de assistência social, que abrangeram as 33 regiões administrativas do DF. Os 85 delegados eleitos nos encontros regionais se credenciaram para levar as sugestões dos participantes para a conferência distrital.

Segundo a presidente do Conselho de Assistência Social, Kariny Alves, todas essas propostas refletem o que usuários e trabalhadores esperam para melhorar os serviços prestados à população. “Precisamos propor melhorias e sugestões na política da assistência social. Pensem e reflitam de que forma essa política atende a população da sua região administrativa”, disse.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Tivemos a participação grande de usuários nas sete conferências regionais, que são os que acessam e usufruem dos serviços no dia a dia. Esses encontros são para isso: ouvir a população e os trabalhadores para saber como a política de assistência social está sendo avaliada no DF”, reitera Kariny Alves, que também é subsecretária de Assistência Social da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Ao todo, serão selecionadas 25 propostas: 15 serão enviadas para a gestão do Governo do Distrito Federal e 10 para o Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) para serem discutidas também na 12ª Conferência Nacional de Assistência Social.

“Esse momento é muito importante porque reúne todos os atores da política de assistência social. Só dessa forma conjunta vamos conseguir, de fato, trazer eficácia para a política pública e a gestão”, conclui a secretária adjunta de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

Agência Brasília

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade