Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Ruas livres de veículos abandonados em Samambaia

Publicado

em

Como parte da programação do programa Cidade da Segurança Pública, executado em Samambaia até o próximo sábado (31), a operação DF Livre de Carcaças foi realizada nesta quinta-feira (29). Com a ação, chega a 100 o total de carros abandonados retirados das ruas da cidade, desde que a operação foi iniciada, em fevereiro de 2020.

Além de contribuir com a sensação de segurança da população, a operação de retirada de veículos abandonados tem como objetivo eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Dentro do mapeamento prévio realizado na região, foram identificados veículos deixados em locais proibidos”, informa o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo. “Desta forma, incluímos essa operação, que tem sido tão efetiva junto às ações do Governo do Distrito Federal, alinhado aos direcionamentos da Sala Distrital Permanente de Coordenação e Controle [SDCC] das ações de enfrentamento às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.”

Leia também:  FAP-DF abre dois novos programas de bolsas

Parcerias

Participam da DF Livre de Carcaças, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), as secretarias DF Legal, de Cidades e de Políticas Públicas, além do Departamento de Trânsito (Detran), Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), divisão da Secretaria de Saúde (SES).

Desde que foi criada, essa operação já retirou 661 veículos em mau estado das ruas do DF. “Esta é uma ação integrada e contínua, e esse montante retirado das ruas mostra o comprometimento de todos os órgãos envolvidos”, avalia o titular da SSP.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A identificação do material é feita pela unidade local do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), com apoio da administração regional. “Esse trabalho contribui para o direcionamento da ação e, desta forma, conseguimos retirar um número maior de material das ruas, pois já sabemos onde estão; e aqui em Samambaia o Conseg é muito atuante, assim como a administração regional, que tem papel essencial na ação”, reforça o coordenador do Conseg na SSP, Marcelo Batista.

Leia também:  GDF já distribuiu 167 mil canetas aplicadoras de insulina

Para o administrador de Samambaia, Gustavo Aires, a ação na cidade é uma oportunidade de poder atender as necessidades da população, além de vir se mostrando eficaz no combate à dengue. “Esta é uma ação que já foi realizada na cidade em outras oportunidades e tem se mostrado muito efetiva no combate à dengue e demais arboviroses”, afirma. “Com a conscientização da população e demais ações do GDF, os casos de dengue em Samambaia têm sido cada vez menores”.

Participe

A população também pode contribuir com a identificação dos veículos abandonados nas regiões. Quem quiser colaborar pode enviar um e-mail para [email protected]

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública

Continue lendo
Publicidade