Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Após trocar tiros com caseiro, Lázaro segue foragido; já são sete dias de busca

Redação BDF

Publicado

em

Já são sete dias de busca por Lázaro Barbosa de Sousa, 33 anos, acusado de cometer uma chacina no Incra 9 (Ceilândia) na semana passada e diversos outros crimes desde então. Na noite de segunda-feira (15), houve novidades no caso.

Lázaro tentou invadir uma chácara em Edilândia-GO, trocou tiros com um caseiro e conseguiu fugir. A vítima relatou aos policiais que revidou quando o fugitivo deu o primeiro disparo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O caseiro relata ainda que ouviu uma espécie de gemido e que Lázaro disse: “Você me acertou, mas eu vou te matar”. Em seguida, o criminoso fugiu novamente e não se tem mais informações desde então.

Polícias civil e militar do DF e de Goiás estão nas buscas, além da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. São mais de 200 policiais empenhados na operação. Na segunda (15), o secretário de Segurança do Goiás, Rodney Miranda, se deslocou para a região.

Leia também:  A tatuagem como caminho para a ressocialização

A força-tarefa que se montou para a captura de Lázaro havia mudado local de busca de Cocalzinho de Goiás-GO para Edilândia antes do foragido trocar tiros com o caseiro. “O nosso modus operandi é usar cães farejadores, helicópteros, drones e empregar toda a tecnologia que a gente tem para conseguir pegar ele”, explica a PMDF.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A PMDF afirmou também que as 17 fazendas da região estão ocupadas por forças policiais para garantir a segurança da população.

Desde 2018 à solta
Lázaro tem passagens pela polícia pelos crimes de homicídio, estupro, roubo e porte ilegal de arma de fogo. Ele estava preso em Águas Lindas de Goiás-GO, mas fugiu do local e está à solta desde 2018.

Continue lendo
Publicidade