Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Ibaneis quer construir mais dois hospitais acoplados no DF

Redação BDF

Publicado

em

O governador Ibaneis Rocha inaugurou nesta sexta-feira (28) o Hospital Acoplado de Samambaia. Trata-se de uma extensão do Hospital Regional de Samambaia (HRSam), construída com ajuda de empresários, que terá 102 leitos para atender pacientes com covid-19.

Ibaneis declarou que pretende construir mais dois hospitais acoplados no DF: um em Planaltina, e outro no Paranoá. “Nós vamos conseguir, sim, os recursos, para construir mais dois hospitais acoplados para atender também a população da região Norte e a população do Paranoá que necessita muito”, afirmou.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O governador aproveitou para exaltar Joaquim Roriz, que criou a Região Administrativa de Samambaia. “Estou muito feliz hoje. Samambaia merece o nosso carinho. Foi uma cidade construída pelas mãos do ex-governador Joaquim Domingos Roriz, que tem o cheiro do Roriz, que tem o cheiro do povo do Roriz. E é esse povo que nós queremos atender, cada dia que passa, da melhor maneira possível.”

Leia também:  ‘Estamos fazendo revolução em Taguatinga’, diz Ibaneis

Ibaneis falou também sobre o Banco de Brasília (BRB), que destinou recursos para o hospital acoplado. “Transformamos a história do BRB em menos de três anos. A chave do BRB nos foi entregue pela Polícia Federal e pelo Ministério Público, e hoje nós temos um banco que se incorpora à vida da cidade, ajuda os empresários, ajuda a cidade a se desenvolver e ajuda na parte social, como é o caso deste hospital”, afirmou.

Antes de discursar, o governador assinou um decreto que nomeará aprovados em concursos públicos da área da saúde.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Participaram da solenidade o vice-governador Paco Britto; o administrador de Samambaia, Gustavo Aires; o administrador do Pôr do Sol/Sol Nascente, Cláudio Ferreira; o secretário de Saúde, Osnei Okumoto; o deputado distrital Agaciel Maia.

Mais sobre o hospital

Com 102 leitos para covid, sendo 98 de enfermaria e quatro de isolamento, o hospital deve ficar à disposição da população na próxima segunda-feira (31). Será gerido pelos próprios servidores da Secretaria de Saúde e se soma aos três hospitais de campanha inaugurados pelo GDF nas últimas semanas.

Leia também:  Projeto da nova pista de patinação no Parque da Cidade é aprovado

A maior parte dos recursos para a construção do acoplado saiu do comitê Todos Contra a Covid, coordenado pelo vice-governador Paco Britto que garantiu, com empresários, o montante de mais de R$ 7 milhões para a construção do novo hospital. Outros R$ 3 milhões vieram do Instituto BRB. A obra foi tocada pela empresa Brasil ao Cubo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade