Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

DF volta a ser sede dos Jogos Universitários Brasileiros

Capital vai receber seis mil participantes e o investimento de R$ 11 milhões no setor hoteleiro

Avatar

Publicado

em

Cief passa por reforma para receber atletismo nos Jogos Escolares

Nesta quinta-feira (29), o governador Ibaneis Rocha recebeu a confirmação do presidente da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral. Com isso, o Distrito Federal será sede dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) entre 10 e 18 de outubro deste ano.

Passados 15 anos, a capital candanga sediará 4,5 mil atletas de 500 instituições de ensino superior, além de dois mil oficiais, técnicos e árbitros. O investimento da entidade será de R$ 11 milhões no setor hoteleiro.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A secretária de Esporte e Lazer, Gizelle Ferreira, destaca a importância do evento para a capital.

“Brasília está ganhando um presente. Os jogos vão aquecer a economia local, os hotéis estarão abastecidos e o setor de alimentação, também. Além disso, acreditamos muito nos universitários, nossos ídolos do esporte. Se as nossas crianças virem esses exemplos, vão se inspirar”.

Leia também:  Semana deve ser de frio e seca no DF

Luciano Cabral, presidente da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU) – que organiza a competição, afirma que serão 15 modalidades, sendo quatro do paradesporto, seis de esportes eletrônicos e extras de trabalhos acadêmicos. “Brasília é uma das melhores cidades para receber esse tipo de evento. A rede hoteleira está concentrada, as vias são largas, não há dificuldade de fluxo e as instalações são perfeitas”, elogia.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Presidente da Frente Parlamentar de Esporte e vice-presidente da comissão de Esporte na Câmara dos Deputados, o deputado Júlio Cesar lembra que para trazer os jogos para a capital foi feito um trabalho integrado com os deputados Rodrigo Delmasso e Celina Leão, além do presidente da Federação das Indústrias do DF (Fibra), Jamal Bittar. “Temos um legado de vários atletas olímpicos que passaram por essa competição”, comenta.

Leia também:  Semana deve ser de frio e seca no DF

Para garantir a segurança de todos, os participantes vão seguir um protocolo rígido de prevenção à covid-19, como o uso de máscara, álcool gel, aferição de temperatura e distanciamento social. Todos os atletas e participantes também precisarão passar por exames de detecção do vírus.

As informações são da Agência Brasília

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade