Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

DF esbarra na falta de vacinas em todo o país, sinaliza Ibaneis

Publicado

em

O Governo do Distrito Federal planejava aumentar o número de vacinados contra a covid-19 nesta terça-feira (9). No entanto, o baixo número de vacinas que chegaram no último fim de semana impossibilitou a Secretaria de Saúde de convocar idosos com 75 anos ou mais aos postos de vacinação.

O Executivo esperava receber 60 mil doses do Instituto Butantan no último fim de semana, mas ganhou apenas 37,4 mil. Por isso, quando perguntado se há previsão de incluir novos grupos prioritários na vacinação local, o governador Ibaneis Rocha responde de forma negativa.

“Não tem ainda nenhuma previsão, ainda não foi divulgado nada”, afirmou Ibaneis nesta terça (9). “A próxima [novidade] que estão falando é a liberação do dia 23 de fevereiro, que seriam as vacinas que viriam do Butantan desse lote de insumos que chegou da china“, completou.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

“Infelizmente, a quantidade de doses ainda é muito pequena para o Brasil todo”, lamenta o governador. “Temos que trabalhar de forma bastante organizada, de modo a gerar a menor pressão possível da população. Até que tenhamos um numero de vacinas maior, a gente tem que continuar com todos os cuidados: uso de máscara, álcool gel não aglomerar…”

Ibaneis afirma que o DF vem atuando bem no combate ao novo coronavírus. “A gente tem conseguido manter sob controle a doença, sempre com número de leitos sobrando”.

Grupos vacinados

Nesta terça (9), a Secretaria de Saúde ampliou a vacinação para pessoas com 79 anos. Embora ainda não consiga vacinar idosos com 75 anos ou mais, essa nova liberação deve resultar em 6 mil novos imunizados.

Desta forma, os grupos que atualmente têm direito à vacina são:

  • Profissionais de saúde que atuam no combate à doença;
  • Indígenas;
  • Idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa; permanência, como asilos
  • Cuidadores destas pessoas;
  • Idosos com 79 anos ou mais.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta