Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Educação básica da rede pública será reforçada em 2021

O secretário Leandro Cruz anunciou um programa para estimular esporte, cultura e protagonismo infantil. O ano letivo começará em 8 de março

Publicado

em

Educação básica da rede pública será reforçada em 2021
▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O secretário de Educação do Distrito Federal, Leandro Cruz, informou que o GDF está pronto para o retorno das aulas no dia 08 de março, qualquer que a seja o cenário da pandemia do novo coronavírus. “ Se for possível voltar 100% presencial, será perfeito, é o que desejamos, com todo mundo vacinado, em segurança. Se não for possível, a gente pode permanecer no trabalho remoto”, afirmou o subsecretário de Educação Básica, Tiago Cortinaz. O secretário executivo da pasta, Fábio Souza, disse que a princípio as aulas deverão as híbridas ou seja, presenciais e remotas. Cruz aproveitou o término do ano letivo para fazer um balanço.

O secretário garantiu que a vacinação dos profissionais de saúde será para todos aqueles que trabalham nas escolas, e não só os 23 mil professores que dão aulas. “Justo no momento em que os professores são retirados do plano nacional de vacinação contra o coronavírus, o governador solicitou que em Brasília os profissionais de educaçãofossem mantidos”, disse Cruz, referindo-se ao governador do DF, Ibaneis Rocha.

Leia também:  Parceria nas ações de saúde no socioeducativo

“Nós da Secretaria de Educação não fazemos distinção. Todas as vidas importam, a da merendeira, a do vigilante, a do profissional de contrato temporário, a do professor efetivo, a do diretor, a do secretário de Educação”, afirmou Cruz, fazendo uma comparação com a vacinação dos profissionais da saúde, em que não apenas médicos,enfermeiros e técnicos estão sendo vacinados, mas todos os trabalhadores da linha de frente.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Leandro Cruz disse que o retorno às aulas presenciais não depende apenas da vacinação dos profissionais, mas de uma série de variáveis que ainda não estão disponíveis. “O que posso garantir é que continuaremos nos baseando nas defesa da vida e na ciência”, frisou. O secretário Executivo argumentou que um dos grandes ganhos dos professores e da secretaria de Educação foi o uso da plataforma Google Sala de Aula para a educação remota. Mesmo depois do fim da pandemia o recurso continuará sendo utilizado. O secretário disse que a plataforma pode ser usada como um equipamento de reforço, no contraturno. “Terá sempre utilidade daqui por diante “disse.

Leia também:  Quero todos fazendo cobranças, diz Ibaneis sobre gestão

O secretário explicou que o ano de 2020 faz parte de um ciclo que ainda não terminou, que terá continuidade em 2021. Esse dano vai acompanhar o estudante, e a política pública de recuperação, de tratamento deste dano também seguirá”, explicou. O secretário de Educação Básica disse que o grande desafio enfrentado em 2020, tanto para professores quanto para estudantes, foi conseguir ter o domínio da tecnologia.

O secretário Executivo informou que os professores temporários terão seus contratos renovados e que a entrega dos documentos para a renovação, assim como a informação de lotação e definição da carga horária de cada um, será no mês de junho fevereiro. “Nós informaremos por meio de circular”. Também será realizada uma reunião digital com os professores temporários para que as dúvidas sejam respondidas.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta