Siga o Jornal de Brasília

Grande Brasília

Mais R$ 4,9 milhões são liberados para escolas pelo Pdaf

Somente no segundo semestre de 2020, Educação já disponibilizou aproximadamente R$ 87 milhões para unidades escolares

Publicado

em

A Secretaria de Educação do Distrito Federal liberou, nesta terça-feira (6), mais R$ 4,9 milhões para as escolas da rede pública de ensino de 11 coordenações regionais, por meio do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf). Os valores são provenientes de emendas parlamentares. A liberação está publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

Cerca de R$ 1,7 milhão pode ser utilizado pelas escolas para despesas de capital, isto é, para a realização de obras de grande porte e compra de materiais permanentes, aqueles que se incorporam ao patrimônio da unidade. Outros R$ 3,2 milhões podem ser gastos com despesas de custeio, que são pequenos reparos como pintura, consertos de telhados e pisos, e compra de materiais de consumo.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼
Leia também:  GDF anuncia fechamento do hospital de campanha do Autódromo

Na soma total deste segundo semestre de 2020, incluindo os últimos valores liberados, já foram disponibilizados cerca de 87 milhões para coordenações regionais de ensino e escolas da rede pública por meio do PDAF. O montante foi proveniente de recursos próprios da Secretaria de Educação e de emendas parlamentares.

CRECapitalCusteioTotal
GamaR$ 160.000,00R$ 390.000,00R$ 550.000,00
São SebastiãoR$ 35.000,00R$ 150.000,00R$ 185.000,00
BrazlândiaR$ 90.000,00R$ 50.000,00R$ 140.000,00
ParanoáR$ 331.000,00R$ 459.000,00R$ 790.000,00
PlanaltinaR$ 440.000,00 R$ 440.000,00
SamambaiaR$ 595.000,00R$ 408.000,00R$ 1.003.000,00
CeilândiaR$ 35.000,00R$ 1.455.000,00R$ 1.490.000,00
Núcleo Bandeirante R$ 47.000,00R$ 47.000,00
Santa Maria R$ 60.000,00R$ 60.000,00
SobradinhoR$ 35.000,00R$ 105.000,00R$ 140.000,00
GuaráR$ 20.000,00R$ 130.000,00R$ 150.000,00
TotalR$ 1.741.000,00R$ 3.254.000,00R$ 4.995.000,00
Leia também:  Tarifa de distribuidora é reajustada pela Aneel

Como utilizar os valores

As coordenações regionais de ensino devem iniciar processo no Sistema Eletrônico de Informação (SEI), contendo a portaria que descentralizou o recurso e o documento de aprovação da destinação dos valores pelo Conselho Escolar, para utilizar as quantias liberadas no Diário Oficial do DF.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

A comprovação da adimplência das unidades executoras – que utilizam os valores – é pré-requisito para a transferência do dinheiro para as regionais. Essa comprovação é feita por meio da prestação de contas anual dos exercícios anteriores, e ainda a regularidade das apresentações de contas parciais do período em curso.

A execução de emenda parlamentar deverá ser efetivada no exercício referente ao primeiro pagamento. Caso haja saldo residual ou a execução não se complete, a utilização ficará condicionada a autorização da Subsecretaria de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação (Suplav). Todas as unidades executoras devem utilizar os recursos do Pdaf de acordo com a Lei Distrital nº 6.023/2017 e demais normativos que deliberam sobre o Programa.

Leia também:  Projeto de Ceilândia oferece oficinas gratuitas de comunicação inclusiva

Os recursos liberados nesta terça-feira foram oriundos de emendas dos deputados distritais Daniel Donizet, Fábio Félix, João Cardoso, José Gomes e Roosevelt Vilela.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

As informações são da Agência Brasília

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta