Deputados apresentam pedido de CPI na Saúde para investigar últimas três gestões

Essa é outra CPI, diferente da CPI da Pandemia apresentada anteriormente e não instalada até então

Deputados distritais apresentaram, no domingo (14), um pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar fraudes na saúde. Essa CPI é diferente da CPI da Pandemia, apresentada anteriormente e não instalada até então.

Agora, os parlamentares que se recusaram a apoiar a CPI da Pandemia pedem a instalação da chamada CPI da Saúde, com o objetivo de apurar fraudes nos últimos três governos (Agnelo, Rollemberg e Ibaneis). O deputado distrital Roosevelt Vilela (PSB) apresentou o pedido. O documento conta, até o momento, com as assinaturas de oito deputados. São eles:

  • Daniel Donizet (PL)
  • Hermeto (MDB)
  • José Gomes (PSB)
  • Iolando Almeida (PSC)
  • Reginaldo Sardinha (Avante)
  • Robério Negreiros (PSD)
  • Roosevelt Vilela (PSB)
  • Valdelino Barcelos (PP)

Caso mais cinco deputados venham a assinar, a CPI pode ser instalada de imediato.

Roosevelt Vilela justificou o pedido com as denúncias da operação Falso Negativo, realizada pelo Ministério Público (MPDFT) e que revelou fraudes na compra de testes de detecção da covid-19.

O deputado Daniel Donizet havia assinado positivamente para a criação da CPI da Pandemia, mas retirou o nome para assinar a CPI da Saúde. Com isso, a primeira comissão, que já contava com as 13 assinaturas necessárias, perde prioridade e não pode mais ser instalada automaticamente.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

19 − 5 =

Send this to a friend