Rota do Cavalo, Itapoã e Paranoá estão mais perto do Plano Piloto

Cerca de 300 mil pessoas serão beneficiadas com a DF-440 que recebeu 1,5 km de asfalto e também vai ganhar iluminação

Primeiro criaram o Paranoá. Depois, o Itapoã. E, por fim, a Rota do Cavalo. Além da proximidade, o que unia essas regiões era o trânsito caótico que delas desemboca no Plano Piloto praticamente por uma mesma via: a DF-250. Mas, nesta sexta-feira, os moradores dessas cidades passaram a contar com mais uma opção de acesso ao Plano Piloto. Foi inaugurada a pavimentação da estrada da Rota do Cavalo (DF-440), que faz conexão com o Itapoã.

A via que era de terra agora conta com uma malha asfáltica de 1,5 km de extensão. Agora, tanto o morador da Rota do Cavalo, quanto as pessoas que residem nos condomínios do Paranoá e no Itapoã poderão usar o atalho pavimentado para ir e voltar do Plano Piloto, seja pela DF-250/DF-015, seja pela Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia) Norte.

O novo trecho reduz ainda a distância entre o Itapõa e o Plano Piloto em 5 km. A obra beneficiará 300 mil pessoas que residem na região, entre Paranoá, Itapoã e Rota do Cavalo, e esperavam por esse asfalto para fugir dos sucessivos engarrafamentos na Epia.

“Há muitos anos eu trafegava por aqui quando morava em Sobradinho. Tem 20 anos que a população pede a pavimentação desse trecho. Fica o desafio, Luciano (Carvalho, secretário de Obras), para que em 45 dias você faça a iluminação dessa via. Vamos tentar colocar ciclovia também”, disse o governador Ibaneis Rocha, que foi morador da região.

Rota do Cavalo recebe 1,5 km de asfalto/ Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Ibaneis fez questão de ressaltar que a execução da obra é fruto da união de vários órgãos juntos: Novacap, Terracap, Companhia Energética de Brasília (CEB) e secretarias de Obras e Economia. “Muitas vezes, dizem que os secretários de Economia só fazem fechar o cofre. Mas o André (Clemente) não. Ele tem aberto o cofre para que a gente possa realizar obras”. O secretário André Clemente explicou os motivos. “O esforço é enorme em um ambiente de pandemia e de crise econômica, mas a firmeza de propósito do governo Ibaneis mantém as políticas públicas vivas para que o Distrito Federal não pare e a população receba serviços e infraestrutura que espera há muito tempo”.

Ainda em seu discurso de inauguração da estrada Rota do Cavalo, Ibaneis ressaltou a atuação dos deputados federais de Brasília, em especial  Celina Leão (hoje secretária de Esportes) e Flávia Arruda, presente na solenidade. “Vamos trabalhar na Câmara para colocar recursos nesta região e poder concluir as obras que faltam e que são esperadas pelos moradores”.

Para o presidente da Associação Comercial do Itapoã, João Gomes Pereira, o João do Violão, a execução da via atende a uma reivindicação antiga.  “Nossos comerciantes utilizam esse trecho para venderem seus produtos”, afirma. Segundo ele, só na Rota do Cavalo são mais de quatro mil famílias beneficiadas pelas obras.

A área que fica o Fórum da cidade também foi toda revitalizada. O calçamento de bloquete é novo e as vagas de estacionamento foram todas pintadas.

Mais obras para o Itapoã

Mas as boas notícias para o morador daquelas três regiões não estacionaram no meio da via recém-inaugurada. Na mesma solenidade, o governador Ibaneis Rocha assinou ordem de serviço para a realização de outras grandes obras na área.

Entre as novidades anunciadas, está a pavimentação de 5 km da Avenida Brasil que faltam para chegar à DF-001, que leva o fluxo do Paranoá para Sobradinho. Ou seja, mais uma opção de saída. “Entregamos uma obra que ilustra o seu plano de governo: que é de levar melhorias às cidades. E com essas autorizadas agora vamos completar um conjunto de ações aqui no Itapoã muito importantes para a qualidade de vida da população”, disse o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap).

Também foram assinadas ordem de serviço para asfaltamento das quadras 202, 203, 318, 366, 378 e 379, as únicas da região que ainda são de terra. Também está prevista a construção de calçadas e uma unidade de educação, que já tem até nome: Escola Classe da Quadra 203, erguida ao lado da Praça da Juventude, outra obra que em breve será inaugurada.

Enquanto as grandes obras não começam, os órgãos mobilizados para a construção da via que liga a cidade com a Rota do Cavalo aproveitaram o maquinário e meteram a mão na massa. Instalaram e pintaram meios-fios, plantaram 800 metros de grama no canteiro central que divide as duas pistas na Avenida Brasil, colocaram um Ponto de Encontro Comunitário (PEC), a iluminação agora é de LED e reformaram o parquinho. Está tudo novinho.

O casal José Henrique e Vera Lúcia lembrou que até então era só poeira e escuridão/ Foto: Renato Alves/Agência Brasília

 A moradora da Quadra 202 Lindalcy de Almeida Cipriano, 30 anos, ficou admirada. “Para ser sincera, aqui era o lado esquecido do Itapoã. Mas percebemos que o governo está olhando para cá com outros olhos. Antigamente as crianças não tinham onde brincar. Esse parquinho estava todo quebrado”, desabafa.

O sentimento de Lindalcy é compatível com o do casal José Henrique da Silva, 37, e Vera Lúcia da Silva, 40. “Ficou bem melhor agora. Aqui era só poeira e muito escuro. Agora está iluminado”, destacou Henrique. “A nova estrada vai facilitar nossa vida, porque a gente tinha de voltar tudo e pegar a DF-250 para chegar ao Plano. No futuro, vamos direto”, emendou Vera.

No dia em que o governador Ibaneis Rocha comemora mais um aniversário, quem sai presenteado é a população do Itapoã, Paranoá e da Rota do Cavalo.

Com informações da Agência Brasília

Send this to a friend