Fiocruz analisa e libera 300 mil kits de testes doados ao GDF

Testes recebidos são do tipo que detecta anticorpos. Os exames apresentaram uma média de mais de 90% de acerto

O Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) analisou e liberou os 300 mil kits de testes rápidos para detecção de anticorpos IgM de covid-19 que o GDF recebeu como doação. Com isso, os exames devem abastecera rede pública em breve.

Foram realizados testes em dois dos 300 kits. Cada kit analisado tem 50 exames. Em 28 testes positivos, foram encontrados apenas quatro resultados falsos positivos (87,5% de acerto); em 72 amostras negativas, também houve apenas quatro falsos negativos (95,81%). 

O secretário de Economia, André Clemente, foi a Itajaí-SC para receber os testes. Eles foram doados após um pedido do governador ibaneis Rocha. Os kits chegaram ao Distrito Federal no dia 2 de julho, transportados em caminhões refrigerados.

Sobre os testes

Estes testes recebidos detectam a presença de anticorpos que o organismo humano produz contra a covid-19. Desta forma, o exame é voltado àquele paciente que adquiriu o vírus e precisa saber se já está livre da doença. Eles estarão disponíveis para pessoas que apresentarem sintomas da doença do oitavo ao décimo quarto dia.

Os testes serão oferecidos pela rede pública nas unidades básicas de saúde (UBSs), em hospitais e unidades de pronto atendimento (UPAs). Quem tiver sinais da doença causada pelo novo coronavírus deve procurar a UBS mais próxima de casa, onde, se for o caso, poderá fazer o teste mais indicado pelos profissionais de saúde.

Saiba mais sobre os testes e veja, no site da SES, onde fica a unidade de saúde mais perto da sua casa.

Com informações da Agência Brasília

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

quatro + dezesseis =

Send this to a friend